contato@griots.com.br | 19. 3232-5018

Outubro/2015, Campinas Roberta Denadai

Qual a importância dos Griots no tratamento das crianças?

Em entrevista, psicóloga e pediatra explicam quais os benefícios da contação de histórias no tratamento médico em crianças



Sabemos que todo tratamento médico pode ser desgastante, não importa a idade. Mas, quando os pacientes são crianças, as dores causadas podem ser ainda maiores, já que ao invés de aproveitarem a infância brincando com os amigos, muitas vezes, precisam de acompanhamento em ambiente hospitalar e com isso deixam de aproveitar a melhor fase da vida.


E é para amenizar este sofrimento que surgiu a ONG, Griots: Os Contadores de Histórias, que através do trabalho voluntário, levam sorrisos, alegria e descontração às alas pediátricas dos hospitais da região de Campinas. Segundo a pediatra do Hospital da PUC, Virgínia Nobrega, o contato da criança com os Griots traz ótimos resultados “Quando ela vê outra pessoa, que não está vestida de branco, que traz alegria e momentos bons, é muito mais fácil que ela aceite aquele tratamento, comparada a uma criança que não tem acesso a esse tipo de cuidado”.


E os benefícios da contação de histórias não estão ligados somente à melhora no tratamento médico. Após a visita dos Griots, que através da literatura, música, brincadeiras, proporcionam às crianças alegria e força para enfrentar aquele momento. De acordo com a psicóloga voluntária da ONG e especialista em pediatria, Aurora Demkoff, “No momento em que ela sai da situação de dor e sofrimento e vai para história, a criança fortalece seu lado emocional. Ela se sente melhor no momento da visita, espiritualmente e emocionalmente ela fica mais acessível”.


Além disso, o incentivo à leitura faz com que as crianças procurem por livros na brinquedoteca ou peçam mais e mais histórias aos voluntários. Assim, elas entram em um mundo mágico que permite o alívio e a distração que elas precisam para deixar de lado aquele sofrimento e voltar a sentir o encanto da infância. A presença dos Griots traz um bem-estar não só para os pacientes, mas a todos os envolvidos, como afirma a Dra. Virgínia “Realmente é outro clima dentro do hospital, quando eles estão. Isso é muito bom, a gente consegue sentir a diferença. Pais, crianças, enfermagem, todo mundo sorri, todo mundo é feliz, fica bem diferente. Não haveria tratamento de pediatria sem eles”.