Mais um retorno: Hospital Estadual de Sumaré

Alas pediátricas e lares de idosos são ambientes que exigem os mais rigorosos cuidados com a saúde, por isso as visitas presenciais dos nossos grupos de voluntários têm sido retomadas aos poucos, seguindo os protocolos específicos de cada instituição.

Agora, os Griots já estão de volta ao Hospital Estadual de Sumaré, que é ligado à UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas).

O Hospital Estadual Sumaré foi considerado um dos 10 hospitais mais bem avaliados pelos pacientes, com uma média mensal de 1.200 internações, 1050 cirurgias, aproximadamente 6,5 mil consultas especializadas, 1500 atendimentos de urgência, 250 partos (referência alto risco) e cerca de 25 mil exames laboratoriais e 4000 de imagem/mês. A abrangência do hospital é para os municípios de Americana, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara do Oeste e Sumaré.

Após todo este tempo... voltamos para o HES ❤️ Mês das crianças com GRIOTS na palhaçaria, humanizando o Hospital... Muitos sorrisos conquistados 🥰❤️ Muitos reencontros com profissionais...  Só alegria 🎉🎉🎉🎉”, 

E cada retorno é uma grande alegria! O depoimento do voluntário Márcio, acima, reflete esse sentimento.

E é essa alegria, esse entusiasmo e essa esperança que queremos seguir compartilhando cada vez mais! Veja algumas fotos dessa retomada em Sumaré:

De volta ao Centro de Reabilitação Lucy Montoro em Campinas


No último dia 27/09, a voluntária Elaine esteve na ludoteca do Centro de Reabilitação Lucy Montoro, junto ao Centro Infantil Boldrini, em Campinas, retomando as atividades presenciais regulares na instituição após dois anos, em razão da pandemia.


A rede Lucy Montoro realiza programas de reabilitação específicos, para pacientes com deficiências físicas incapacitantes, motoras e sensório-motoras, de acordo com as necessidades de cada um. O trabalho é feito por equipes multidisciplinares, entre médicos fisiatras, enfermeiras, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, educadores físicos e fonoaudiólogos.


Para nós, é uma felicidade enorme poder voltar e contribuir com as nossas “ferramentas de trabalho”: histórias, fantasia, sorrisos, leveza e muita alegria. Veja alguns registros:

Em Campinas, o centro Lucy Montoro tem como parceiro o Centro Infantil Boldrini, Hospital Filantrópico de Referência no Tratamento de Câncer e Doenças do Sangue, que realiza, além de tudo, importante trabalho de conscientização.


A campanha Setembro Dourado, por exemplo, é toda dedicada à conscientização sobre o combate do câncer infantojuvenil. O objetivo é orientar sobre a importância do diagnóstico precoce para o aumento das chances de cura da doença. Aproximadamente 1/3 dos diagnósticos de câncer pediátrico é confirmado como Leucemia, e o tipo mais comum é a LLA, Leucemia Linfóide Aguda, que, no Boldrini, possui taxa de cura que chega a mais de 81%. E o primeiro passo para isso é o diagnóstico precoce.

Prevenir – e vacinar – é o melhor remédio!

Além de espalhar alegria para as crianças, adoramos celebrar boas notícias. A liberação da vacina contra Covid-19 para crianças foi uma delas! Agora, todas as crianças a partir de 03 anos já estão liberadas para receber essa proteção. É bom reforçar que a vacinação é segura e recomendada por especialistas e entidades de saúde para diminuir os casos graves da doença.

A pandemia nos afastou dos hospitais por longos dois anos e foi graças à vacinação que nossos voluntários estão, aos poucos, fazendo o retorno.

Mas....

Precisamos estar atentos. A cobertura vacinal, mesmo antes da pandemia,  já vinha caindo no Brasil. Com o coronavírus, então, piorou! As metas mínimas de imunização de quase todas as vacinas estão abaixo do esperado e precisamos mudar essa situação.

A vacinação ajuda toda a sociedade. Sem ela, doenças antes controladas podem reaparecer. É o caso de difteria, poliomielite, sarampo, entre tantas outras - que podem ser prevenidas com vacinação!

A campanha de Multivacinação e Vacinação contra poliomielite foi prorrogada até o dia 30 deste mês. Aqui vai a lista das cidades onde a Associação Griots realiza seus trabalhos, e como você pode se informar sobre os locais e horários de vacinação em cada uma delas. 

Campinas: Acesse vacina.campinas.sp.gov.br

Hortolândia: Tem campanha de vacinação especial no sábado, 17/09. Veja aqui os detalhes. 

Indaiatuba: Crianças devem estar com o cadastro no site Minha Vacina  para receberem o imunizante. Hpa 4 pontos de vacinação na cidade (leia aqui)

Itapira: Informações e agendamento pelos telefones (19) 3913-9397 e (19)3843-4474. Os endereços e telefones de cada unidade de saúde estão aqui.

Itatiba: Campanha multivacinação segue em todas as unidades de saúde, de segunda a sexta, das 08h às 16h em setembro. Veja aqui os locais.

 Jundiaí: As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) prosseguem nesta semana, entre os dias 12 e 16, com a vacinação contra a Covid-19, Influenza e Poliomielite, além das imunizações previstas no Calendário Nacional de Vacinação. A aplicação dos imunizantes ocorre no horário de atendimento das salas de vacinação. Confira os endereços aqui

Mogi Guaçu: As vacinas são oferecidas em todas as Unidades Básicas de Saúde, de segunda à sexta-feira, das 8h às 10h45 e das 13h às 15h. Algumas unidades funcionam com horário estendido (consulte aqui).

Sumaré: Os pais ou responsáveis podem procurar a UBS (Unidades Básicas de Saúde) mais próxima com a carteira de vacinação. Veja aqui os locais.

Um super dia feliz

A participação dos voluntários da Associação Griots no Mc Dia Feliz, que aconteceu no dia 27 de agosto, foi uma delícia!

Em Sumaré, Márcio e Marco estiveram no McDonald’s do Shopping ParkCity Sumaré:

Em Jundiaí, a Valéria foi com a equipe do Grendacc à loja do Maxi Shopping:

E nossa onda amarelinha passou também por Campinas, com a Carla, na loja da Av. Norte Sul.

Quer saber mais dessa ação? É só voltar nesse post do blog!

Dica de leitura: contadora dos Griots lança segundo livro infantil

A voluntária da Associação Griots – Os Contadores de Histórias, Iêda Mansur Consentino, está lançando seu segundo livro infantil!

“Brincando na Lua” é uma história verídica sobre a relação com seu neto.

Quando criança, aos 2 anos de idade, Luca quis sair para ir à Lua. A avó o levou de pijamas na rua, e andaram até se cansar. O neto cresceu, está com 17 anos, e Ieda queria que a lembrança virasse uma recordação duradoura, através do livro. “É algo importante, para que ele possa mostrar para os netos dele”.

A autora também tem suas recordações e lembra com carinho da poesia que recebeu de seu avô, quando tinha apenas cinco anos.“Essas memórias são importantes na vida da gente, porque abrem a mente para o amor, para a beleza e para a família. O amor de avó e netos é algo sublime: ter neto é ter filho duas vezes”, exalta Ieda.

O livro tem ilustrações de Ladenir Nill Silva, que fez os desenhos com lápis de cor. Assista ao vídeo e conheça a música com mesmo título do livro, escrita e cantada por Ieda.

Assista o vídeo!

https://www.youtube.com/watch?v=3muVh53D1GE&feature=youtu.be

Dica extra:O primeiro livro da autora,  “Brabuleta Rizadeira”, conta a história de um leão vegano chamado Amor que conhece uma borboleta e com ela constrói uma improvável, mas bela amizade. Confira no nosso blog mais detalhes  sobre a obra.

22 de agosto é dia do Folclore

Dia do Folclore é comemorado internacionalmente em 22 de agosto. A data tem o propósito de valorizar e mostrar a importância de todas as manifestações que caracterizam a cultura popular de um país, como as lendas, canções, mitos, danças, artesanatos, brincadeiras, entre outros. Por sua importância, o folclore é considerado pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial.

Nesta data especial, temos duas dicas do nosso podcast, o “GriotsCast”, que trazem lendas de dois dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro.

Ouça aqui: O Lobisomen

E aqui, O Saci

Vale também rever nossa live especial de 2020 sobre o mês do folclore:

https://www.youtube.com/watch?v=sG14f__zahk

Em Sumaré, Associação Griots participa do Mc Dia Feliz

A Associação Griots – Os Contadores de Histórias participa do McDia Feliz em Sumaré, no dia 27 de agosto (sábado), às 14h, no McDonald's Shopping ParkCity Sumaré.

Organizado pelo Instituto Ronald McDonald, o McDia Feliz é uma data em que toda a renda pela venda dos lanches Big Mac é destinada a entidades das áreas da saúde e educação que atendem crianças e adolescentes com câncer. O Centro Infantil Boldrini, em Campinas, um dos espaços atendidos com regularidade por nossos voluntários, é uma das entidades beneficiadas.

No McDonald's Shopping ParkCity Sumaré, o evento vai contar com a presença de voluntários Griots, no horário reservado a contação de histórias. A programação conta também com uma aula de ritmos, apresentação de dança e música.

Para participar da campanha é preciso adquirir um ticket pelo valor de R$ 18, e no dia 27 de agosto, trocar por um Big Mac em qualquer McDonald's do Brasil. Até domingo (21/08), a compra pode ser feita antecipadamente pela internet.

O  Shopping Park City fica na Av. Rebouças, 3400, no Jardim Paulista, em Sumaré (SP). Pelo instagram @mcdsumare e pelo Facebook você acompanha a programação completa.

Nossos anjos amarelinhos estão preparando tudo com muito carinho! Até lá!

Associação Griots chega à Jundiaí

A Associação Griots - Os Contadores de Histórias chegou à cidade de Jundiaí, interior paulista!

Nossa voluntária Valéria começou sua jornada de contação de histórias no Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc), dando início a uma nova etapa na nossa história.

Na verdade, essa história começou no dia 18 de abril, quando, a convite do Instituto CPFL, um grupo de voluntários da Associação Griots participou da inauguração do programa “Leiturinhas no Hospital” lá no GRENDACC. Foi amor à primeira vista, afinal, a ideia do projeto por lá é de humanizar as relações no ambiente hospitalar, promovendo a leitura e o bem-estar dos atendidos com um espaço de entretenimento, conhecimento e claro, diversão. 

Pois a Valéria, que já foi funcionária do Centro Infantil Boldrini, em Campinas, juntou toda sua experiência e começou suas visitas semanais, às segundas-feiras, lá em Jundiaí. “Tenho muito carinho por pacientes oncológicos, então fiquei muito animada com esta chance”, contou ela.

Grupo em Defesa da Criança com Câncer

Em 1995, um grupo de pessoas sensibilizadas com as dificuldades vividas pelas crianças portadoras de câncer de Jundiaí e região resolveu se unir para garantir que o tratamento da doença pudesse ser feito sem sair da cidade. Foi assim que nasceu o Grupo em Defesa da Criança com Câncer – Grendacc. Além das consultas de especialidades pediátricas, o Grendacc oferece atendimento e tratamento ambulatorial, exames complementares de laboratório e conta com o apoio de uma equipe multidisciplinar. (Conheça)

O Instituto CPFL, ligado a CPFL Energia, patrocina estas duas iniciativas, através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura.(Conheça)

26 de julho: Dia dos Avós

26 DE JULHO NO BRASIL: DIA DOS AVÓS

A comemoração pelo Dia dos Avós no Brasil remonta à tradição católica.

O dia 26 de julho foi escolhido pelo papa Paulo VI, no século XX, para homenagear os pais de Maria, mãe de Jesus, chamados Ana e Joaquim. Santa Ana e São Joaquim, os avós de Jesus, ao longo dos séculos, receberam comemorações festivas em diversas datas diferentes, mas o papa Paulo VI fez do dia 26 uma data definitiva.

Fonte de inspiração e de sabedoria, os avós são também valiosos guardiões de histórias, não é mesmo?

Inclusive das histórias verdadeiras, histórias de vida. Mais do que contar histórias, o trabalho dos nossos voluntários nos lares de idosos é escutar. Para os vovôs e vovós que ali estão, falar da sua vida, resgatar antigas lembranças, cria um sentimento de prazer e empatia, estimulando o cérebro e aquecendo o coração.

Veja o que contou a voluntária Suely Marques Lopes:

“Os idosos adoram dançar, cantar, adoram receber abraços. E nós, os contadores de histórias, fazemos tudo isso nas visitas com eles. Além de ouvir histórias, eles também gostam de contar as suas histórias. E hoje em dia, as pessoas não têm muita paciência para ouvir o outro, não é mesmo? Mas não é só ouvir, a gente tem que aprender a escutar, porque o escutar é bem mais profundo, e olhar nos olhos das pessoas. Então, é uma troca em que a gente aprende com eles, passa um pouco da nossa vivência e, no final, tudo vira história. Histórias de vida.”

Então, independentemente de sua idade, celebre e compartilhe histórias, e, se seus avós estiverem por perto, aproveite para escutar. Eles sempre terão uma boa história para contar.

Dia Nacional do Escritor é celebrado em 25 de julho

Você sabe como surgiu o Dia do Escritor?

A ideia de homenagear todos os escritores surgiu a partir do primeiro Festival do Escritor Brasileiro, organizado na década de 1960 pela União Brasileira de Escritores, sob a presidência de João Peregrino Júnior e Jorge Amado, um dos principais nomes da literatura nacional.

É pelo trabalho deles que nos chegam as mais belas, mais divertidas ou mais emocionantes histórias.

Tivemos o privilégio de contar com alguns autores apresentando e contando suas próprias obras em nossos canais.

Veja alguns exemplos:

Com a nossa voluntária Dalva Saudo:

https://youtu.be/bKZrl8XiM1U

Com a voluntária Ieda Mansur:

https://youtu.be/C0V2hUmFv5c

E com autores convidados, como a Neila Bruno:

https://youtu.be/U00nq1Yg0yU

Aqui no blog você encontra outras dicas de leitura de obras escritas por nossos voluntários.A griot Elaine Alcantara, por exemplo, é autora do conto ‘O Quartinho do Vovô’, do livro “Sinto o que Conto, Contos que Sinto”. (veja a dica completa aqui)