Um dia mágico! Saiba como foi nossa live com dez escolas municipais de Cotia/SP

O sábado, 26 de junho, foi um dia bem diferente para alguns dos nosso vountários, que participaram de uma live de contação de histórias para famílias de dez escolas municipais de Cotia. O vídeo segue disponível no nosso canal do Youtube.

Sediados em Campinas, somos uma associação sem fins lucrativos que nasceu em 2003, para contar histórias em hospitais e lares de idosos de diversas cidades na Região Metropolitana de Campinas.Desde o início da pandemia, as visitas presenciais dos voluntários não podem acontecer, então encontramos nas redes sociais uma forma de seguir com o trabalho.

Compartilhar histórias pela internet, através de vídeos e áudios de podcast, além de ser uma forma de manter o vínculo com os pacientes e idosos atendidos, acabou nos levando para novos públicos e trouxe boas surpresas!

Foi assim, por meio do mundo virtual, que a professora ClaudiaJiane Oliveira Silva, professora há 23 anos na rede municipal de Cotia, conheceu o trabalho dos Griots. “Estamos em aulas remotas, e tínhamos que repor algumas datas no sábado. Tive a ideia de propor algo diferente, entrei em contato com os Griots, e também com duas amigas diretoras de escolas da cidade. Elas embarcaram na proposta comigo, e conseguimos fazer esse grande encontro. Não imaginei que seria tão emocionante”, conta.

Os preparativos foram todos virtuais. Pelo celular, um grupo dos nossos voluntários, diretores de escolas e cerca de 20 professores de Cotiatrocaram ideias, marcaram ensaios, e até fizeram amizade. 

O sentimento geral foi de gratidão. “É muito gratificante a gente poder transbordar amor, receber sorrisos, gargalhadas, alegria. Foi bom demais participar desse evento com o pessoal de Cotia, pais, professores e crianças, e meus amigos Griots. Espero por mais tardes assim”, comenta Andreia Aparecida Joao, voluntária da Associação  desde 2013.

Em 2020, foram mais de 200 histórias, contadas em vídeo e narradas em áudio, num canal de podcast.Incorporada no segundo semestre de 2020, a tradução em libras permanece como recurso integrado a todos os vídeos neste ano.Com cerca de 180 voluntários, a Associação Griots – Os Contadores de Histórias conta com o patrocínio master da CPFL Energia, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e também conta com o patrocínio da Unimed Campinas. 

O vídeo com a transmissão para escolas de Cotia pode ser acessado pelo canal Griots do Youtube pelo link.

Nossos agradecimentos especiais às escolas participantes:

E.M. Eng. Eduardo Benjamin Jafet, E.M.Jardim Cotia, E.M.Assis José de Oliveira, E.M.Malvina de Castro, E.M.Geraldo Gonçalves dos Santos, E.M.Altair do Nascimento Massei, E.M. João Jayme Ricci Ayres, E.M.Recanto Suave, E.M. Maísa Aparecida Ribeiro, Centro Educacional Maria Tereza Pastana.

Junho Vermelho incentiva a doação de sangue

Estamos em pleno Junho Vermelho, mês de uma campanha nacional que incentiva a doação de sangue. 

Em Campinas, o Hemocentro da Unicamp, um dos hospitais em que atuam os Griots, lançou uma campanha especial com o tema "Movimente-se: Sangue Salva", aproveitando o ano olímpico para incentivar também a vida saudável e a prática de exercícios físicos. O movimento tem como padrinho o maratonista Vanderlei Cordeiro, bicampeão dos Jogos Pan-Americanos de 1999 e 2003 e medalha de bronze dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004.

O sangue é essencial para salvar vidas. Ele é insubstituível e não pode ser produzido de forma artificial. São coletados no máximo 450 ml de sangue, quantidade que não afeta a saúde do doador, já que um adulto tem, em média, cinco litros de sangue, e a recuperação se dá logo após a doação.

Por isso é muito importante o incentivo à doação voluntária de sangue e do estímulo à doação regular, a fim de manter os bancos de sangue sempre abastecidos para quem necessitar de uma transfusão sanguínea.

Atenção!

Se nos últimos 14 dias, você teve febre ou sintomas gripais, não pode doar sangue. Já pessoas que tiveram Covid-19 devem aguardar pelo menos um mês de recuperação completa e ausência total de sintomas.  

As pessoas que já se vacinaram contra a gripe, devem esperar 48 horas. Para quem se vacinou contra a Covid-19, é preciso aguardar 48horas caso tenha recebido a Coronavac, e 07 dias para as demais vacinas (Pfizer e AstraZeneca).

Para saber mais sobre a doação e o que é necessário antes de doar, visite o site do Hemocentro da Unicamp, clicando aqui.

Dica de leitura: Sinto o que Conto, Contos que Sinto

Olha que legal!

Além de ser contadora de histórias, a nossa voluntária Elaine Alcantara também é escritora! A griot é autora do conto ‘O Quartinho do Vovô’, do livro “Sinto o que Conto, Contos que Sinto”. 

A ideia do projeto foi uma iniciativa da psicóloga Maria Vilela George, que reuniu mais oito mulheres, filhas, mães, tias, avós, de diferentes profissões e de diferentes localidades no mapa, e iniciou o projeto “Emoções sob diferentes olhares”, para falar dos sentimentos e das emoções por meio de uma linguagem poética, em prosas e versos, com as crianças e adolescentes. 

Ler o livro, além do prazer da leitura, pode ser também uma forma de ajudar! Durante o mês de junho, parte do valor arrecadado na venda do livro será destinado ao Centro Infantil Boldrini, referência no tratamento do câncer infantil e um dos locais de atuação de nossos voluntários. A voluntária Elaine, aliás, é uma das contadoras que participa das atividades da brinquedoteca da instituição.

Para adquirir a obra, basta entrar em contato pelo Whatsapp: (19) 99271-4644 ou pelas redes sociais do projeto, Facebook ou Instagram. Cada livro terá o custo R$ 45,00 mais a postagem. 

Olha o recadinho dela:

Associação Griots celebra aniversário de 18 anos

Desde 2003, os voluntários da Associação Griots – Os Contadores de Histórias se comprometem a levar alegria a hospitais e lares de idosos de diversas cidades na Região Metropolitana de Campinas, por meio da contação de histórias. Neste 06 de junho de 2021 são 18 anos de atividade!

As comemorações e as atividades, no momento, estão um pouco diferentes, por causa da pandemia do coronavírus, que impede que nossas visitas presenciais se realizem por enquanto. Mas o trabalho não para e ocupamos para valer nossos canais nas redes sociais. Em 2020, foram mais de 200 histórias, contadas em vídeo e narradas em áudio, num canal de podcast.

Já em abril, começaram as publicações inéditas para o ano de 2021, compartilhadas pelo Spotify, Youtube, Facebook e no Instagram, na plataforma IGTV. ou seja: onde você procurar, uma história vai encontrar!

Incorporada no segundo semestre de 2020, a tradução em libras está presente em todos os vídeos neste ano. “Estar on-line foi a forma que encontramos de exercer nossas atividades, mantendo o vínculo com nossos locais de atuação, e também se mostrou uma forma de manter a equipe unida e engajada, cada um na sua possibilidade, já que não podemos ainda nos encontrar”, comenta Marcos Baraldi, atual presidente da Associação. “E, assim, seguimos nossa missão que é incentivar a leitura, usando as histórias para compartilhar também carinho e esperança”, completa.

Por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, contamos com patrocínio master da CPFL Energia e também recebemos patrocínio da Unimed Campinas.

Semana do Brincar acontece até o dia 30 de maio

Você sabia que estamos na Semana Mundial do Brincar?

A iniciativa da ONG Aliança pela Infância começou no dia 22 e vai até o dia 30 de maio. Quem quiser pode participar de forma online, com qualquer tipo de ação, brincadeiras e jogos. Basta fazer, registrar a atividade e marcar a Aliança pela Infância nas redes sociais, com as hashtags #smb2021 e #semanamundialdobrincar. 

O tema deste ano é “Casinhas das infâncias”, já que a casa sempre foi um espaço de brincar da criança, mas especialmente por conta da pandemia e a necessidade do isolamento, reforçou a importância de um lar para os pequenos.

A programação da Semana do Brincar pode ser acessada no site da Aliança pela Infância. Tem bastante opção e a contação de histórias não ficou de fora das atividades. Tem transmissão no dia 30 de maio, às 10h, no Instagram Boi Tricotado, um projeto artístico-cultural lá da Bahia!

A mobilização da “Semana do Brincar” acontece para sensibilizar a sociedade sobre a importância do brincar e da essência da infância e anualmente ocorre na semana em que se comemora o Dia Mundial do Brincar (28 de maio). 

Contar histórias é uma ótima forma de brincar com a imaginação, com as palavras e com a emoção, não é mesmo? 

Voluntários da Associação Griots sempre em aprimoramento

A pandemia do coronavírus impede as visitas presenciais dos voluntários da Associação Griots aos hospitais e lares de idosos - por enquanto - mas, mesmo assim, as atividades não param.

Desde o ano passado, passamos a usar nossos canais na internet para compartilhar nossas histórias, em vídeo e em formato de podcast, aberto a todos!

E não é só isso!

Entre o grupo, também buscamos formas de nos unirmos, de modo remoto, e por meio de atividades e cursos, seguimos estudando diferentes estratégias de contação de histórias, tanto para quando pudermos retomar nossas atividades normalmente, mas também para ficarmos cada vez mais à vontade com as ações virtuais.

Nesta semana, os voluntários participam de uma formação com a contadora Paula Negrão, do projeto Contos & Encantos. Formada em Letras pela Universidade Paulista e com cursos de Comunicação Social, Comunicação Verbal e Artes Cênicas, Paula foi se aprimorando no ofício de contar histórias e é uma verdadeira artesã da palavra. Numa roda de conversa pra lá de especial, Paula nos contou sua trajetória de voluntária a contadora de Histórias, com destaque para o espaço hospitalar. O primeiro encontro foi no dia 17 e teremos uma nova oportunidade de conversa no dia 21.

Em abril, a griot Midiã Zarpelão promoveu uma oficina de dobraduras para nossos voluntários. Graduada em Artes Visuais, técnica em Nutrição e Dietética e Magistério,  integra o time dos Griots desde 2017. A recreadora também é criadora da Mica Eventos e Recreação e diretora de Recreação do CAMPSAMBA - Acampamento para crianças sobreviventes de Queimaduras.

Unindo sua experiência como recreadora infantil, contadora de histórias e ministrante de oficinas, Midiã sugeriu a oficina aos colegas voluntários, para compartilhar com eles ideias e recursos para o momento da contação de histórias, inclusive virtual. “Fizemos com papel diversos animais, corações, que na hora da contação, podem ser um apoio a mais para o voluntário tornar aquele momento ainda mais cativante e emocionante para quem assiste”.

Em breve, Midiã irá ministrar uma oficina de palitoches para os voluntários dos Griots, mas você pode acompanhar o trabalho da Mica Eventos e Recriação e se inscrever em várias oficinas abertas ao público que acontecem por lá. 

5 de maio: Dia Internacional da Língua Portuguesa

Estabelecida pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) uma organização intergovernamental, parceira oficial da UNESCO desde 2000, o dia 5 de maio é marcado como o Dia Internacional da Língua Portuguesa. Segundo a ONU, são cerca de 285 milhões de falantes espalhados pelo mundo. 

Uma boa dica para quem, como nós, aprecia a nossa língua, é conferir a programação on-line que o Museu da Língua Portuguesa preparou para a data. Veja a programação: neste link.

O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Inaugurado em 2006, o museu, no momento, está fechado para reconstrução, mas, no site, há bastante material à disposição, como cadernos educativos sobre exposições temporárias que já aconteceram no espaço, e uma área de biblioteca, com artigos e textos sobre língua e linguagem.

Aproveite, e boa leitura!

28 de abril: Dia Internacional da Educação

Nesta quarta-feira, 28, é celebrado o Dia Internacional da Educação. A comemoração acontece desde o ano 2000 e foi estabelecida a partir do Fórum Mundial de Educação, realizado na cidade de Dakar, no Senegal, com participação de 164 líderes de várias nações, incluindo o Brasil.

Sabemos que Educação tem tudo a ver com a leitura, não é mesmo? 

E como difundir a leitura é um dos objetivos da Associação Griots, fizemos uma lista para mostrar porque ela é importante para educação, e alguns dos seus benefícios:

  •          Na fase pré-escolar: ler para uma criança ajuda no desenvolvimento das habilidades de comunicação, amplia seu vocabulário e incentiva o pensamento lógico da criança;
  •          Ao ouvir histórias, a criança desenvolve a capacidade de concentração e a disciplina;
  •          O estímulo à criatividade é mais um incentivo para você ler para uma criança;
  •       Outra habilidade que a leitura ajuda a desenvolver, e que ajuda muito nos estudos, é a interpretação de textos
  • O desenvolvimento do senso crítico também entra na lista.
  • Empatia, respeito à diversidade, cidadania: os livros nos transportam para diversos mundos, culturas, tempos… Expandir o olhar, através da leitura, nos ajuda a fortalecer o respeito e manter uma postura mais empática em relação ao que nos é diferente
  • E, pra finalizar, ler é muito divertido, não é mesmo?

Dicas de leitura – autores nacionais: Maria Clara Machado

Em abril comemoramos o centenário de nascimento de Maria Clara Machado, dramaturga, escritora e atriz mineira,considerada a maior autora de teatro infantil do Brasil.

Autora de dezenas de peças infantis, livros para crianças e também espetáculos para adultos, Maria Clara Machado escreveu histórias que até hoje aguçam a imaginação e valorizam a inteligência dos pequenos. Ela também é fundadora do grupo de teatro Tablado, no Rio de Janeiro, conhecido como importante centro de formação de atores no Brasil.

Nascida em Belo Horizonte em 3 de abril de 1921, Maria Clara Machado radicou-se, junto à família, na cidade do Rio de Janeiro, precisamente no bairro de Ipanema, onde permaneceu até sua morte, em 30 de abril de 2001, aos 80 anos.

Entre suas histórias mais famosas estão “A menina e o vento”, “O cavalinho azul”, e seu maior sucesso, “Pluft, o fantasminha”, sobre um fantasma que tem medo de gente. Montadopela primeira vez em setembro de 1955 no teatro Tablado, sob direção de Maria Clara, Pluft já foi adaptado também para TV e cinema, e é encenado até hoje em teatros dentro e fora do país.

Dica Extra!

O site do Tablado traz na íntegra o catálogo da revista Cadernos de Teatro, que começou a ser publicada em 1956, sob direção de Maria Clara Machado, compartilhando textos relativos às artes cênicas. O texto de “Pluft, o Fantasminha”, está na edição 164. Acesse pelo link: http://otablado.com.br/cadernos

08 de abril: Dia Mundial da Luta contra o Câncer

Criado com o objetivo de reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, o Dia Mundial da Luta contra o Câncer é celebrado nesta quinta-feira, 8 de abril.

Referência na América Latina no tratamentoe pesquisascontra o câncer infantojuvenil, o Centro Infantil Boldrini, em Campinas, é um dos locais de visitação dos voluntários da Associação Griots.

O Centro, que já atendeu cerca de 30 mil pacientes em seus mais de 40 anos de história, acompanha hoje 10 mil pacientes, 80% deles vindos do SUS. Os índices de cura de tumores malignos no hospital são altos, se igualando às taxas dos melhores centros internacionais.

No site do Boldrini é possível conhecer as diversas formas de colaboração com o hospital, seja financeiramente ou por trabalho voluntário.