Histórias de Natal – Parte 2

Depois de 2 anos, pudemos realizar pequenos gestos natalinos dentro de alguns hospitais!

Em Sumaré, um grupo de voluntários arrecadou brinquedos usados e fez grandes transformações, separando, limpando, consertando e embrulhando brinquedos que mudaram de mãos...

E assim chegamos na história do boneco chamado Alípio, contada pelo voluntário Márcio:

Um dos brinquedos que recebemos era um pequeno boneco, que já tinha passado uns 37 anos na mesma família, passando por duas gerações de meninas... E assim, chegou a hora dele mudar de casa e encontrar uma nova família, com um pedido: que ele mantivesse o nome...

Apresentamos a vocês, o Alípio:

E, no dia 19 de dezembro, Alípio partiu para sua nova casa, numa nova família... Foi mesmo um dia muito especial, com entrega dos presentes arrecadados, entrega de cartões, e muita emoção!

Em Campinas..

Também teve entrega de cartões na Oncologia e na Pediatria do HC da Unicamp...

Foi muito bom poder sentir de novo a magia do Natal pessoalmente, dentro dos hospitais. Esperamos que no próximo ano possamos amarelar muito, muito mais!

Feliz Natal!!!!

Em Campinas: Griots no 12ª Congresso Paulista de Clínica Médica

Durante os dias 18 e 19 de novembro, a Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), realizou a 12ª edição do Congresso Paulista de Clínica Médica em Campinas, um evento formativo para troca de experiências e novos aprendizados entre médicos.

A convite da Unimed Campinas, um de nossos patrocinadores, um grupo de voluntários da Associação Griots participou do evento, na programação reservada a ações sociais de apoio do congresso junto à sociedade.

Caso queira saber mais informações sobre o evento, consulte as mídias sociais do congresso (@regionalsp.sbcm), o site e o canal do YouTube.

Agradecemos o convite e ficamos muito felizes com esse encontro!

Hospital Estadual de Sumaré lidera ranking dos melhores hospitais públicos do Brasil

Com felicidade e muito orgulho, viemos compartilhar notícia boa, como sempre gostamos de fazer!

O Hospital Estadual de Sumaré Dr. Leandro Franceschini (HES) foi eleito o melhor hospital público do Brasil, segundo o ranking elaborado pelo Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), o Instituto Ética Saúde (IES) e a Organização Nacional de Acreditação (ONA).

De acordo com a UNICAMP, Universidade Estadual de Campinas, que faz a gestão do hospital, a pesquisa identificou 40 instituições públicas de saúde que foram consideradas mais eficientes, mais bem avaliadas pelos usuários e que se destacam pela qualidade e segurança proporcionada aos pacientes. No total, 136 hospitais públicos do Brasil foram avaliados.

O HES é um dos hospitais onde já estamos realizando nossas visitas presenciais. Nosso retorno por lá, após o início da pandemia, foi em outubro (relembre aqui).

Parabéns a toda equipe do Hospital Estadual de Sumaré!!

Outubro animado

Outubro, mês das crianças, é sempre uma época bem agitada para nossos voluntários.

De Mogi Guaçu a Valinhos, passando por Sumaré e Campinas, participamos de eventos muito especiais.

Começamos por Campinas! No dia 09, as voluntárias  Andréia (Tia Dedé), Anita e Ani Melo participaram de uma festa dedicada às crianças do Satélite Íris, bairro periférico de Campinas. A criadora do evento, que promove uma ação voluntária permanente de distribuição de alimentos na região, conheceu o trabalho dos Griots há alguns anos no Hospital da PUC-Campinas e dessa amizade surgiu essa troca. É o terceiro ano que a Associação Griots comparece para contar histórias no evento!

No dia 12, o voluntário Márcio representou os Griots na Festa do Dia das Criança em Valinhos,, no espaço "Histórias que você conta e encanta", a convite da prefeitura local.. O evento foi um sucesso e reuniu muitas crianças e suas famílias, que puderam se divertir durante todo o dia:

No sábado, dia 15, diferentes grupos atuaram, em várias cidades:

Em Mogi Guaçu, a contação de histórias foi no Alcateia Lobo Guará Grupo Escoteiro Excalibur 296, com as voluntárias Lucienne Brandão e Ilma Martins. Como os escoteiros se inspiram bastante na obra do renomado escritor Rudyard Kipling (autor de obras como livro da Jângal, que tem o inesquecível conto Mogli), a contação de história foi dentro dessa temática.

No sábado, dia 15, diferentes grupos atuaram, em várias cidades:

Em Campinas, a festa foi na Praça da Rua Ema, junto com o projeto Criança Feliz, um trabalho voluntário realizado desde 2004 no bairro Vila Padre Manoel da Nóbrega. Por lá, a contação de histórias foi com as voluntárias Cláudia e Elizabeth.

Ainda no dia 15, nossa onda amarelinha passou também por ´por uma Festa das Crianças no bairro Nova Veneza, em Sumaré. O voluntário Marcio incorporou o Dr. Brigadeiro e divertiu as crianças com suas histórias.

De volta ao Hospital Boldrini

Da série de notícias que nos alegram, temos mais um grupo de voluntário retomando as atividades presenciais. 

No Centro Infantil Boldrini, o dia 06 de outubro marcou o nosso retorno, com as griots Maria Clara e Ana Beatriz na Brinquedoteca.

Brinquedoteca Terapêutica Ayrton Senna, do Hospital Boldrini, é agente importante da humanização hospitalar, tem uma intenção claramente voltada para a melhoria do estado físico e emocional do paciente, buscando aliviar o mal-estar, inevitavelmente causado pela doença e/ou pelos procedimentos necessários ao tratamento. Este conceito se estende por todo o hospital, que alia pesquisa, conhecimento técnico de ponta, com o cuidado atencioso, carinhoso, com espaço para ludicidade, a arte e outras linguagens expressivas do ser humano, que contribuem com nosso bem estar, em qualquer idade.

Quer mais boas notícias? Tem muitas formas de ajudar este trabalho!

A Corrida Boldrini, uma das provas mais tradicionais de Campinas e região, chega à sua 15ª edição e acontecerá em 13 de novembro, a partir das 8h, na Praça Arautos da Paz, no Taquaral. A iniciativa arrecada fundos para o Centro Infantil Boldrini, que há 44 anos é referência no tratamento de crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue.

Os interessados em participar da competição podem se inscrever até o dia 7 de novembro pelo site e optar pelo percurso de 5 ou 10k na modalidade corrida ou 5k na modalidade caminhada. Dica boa, não?

Em Campinas: Griots participam de semana especial do CESD – Centro Síndrome de Down

Outubro é um mês de várias ações especiais voltadas para o público infantil, e nossos voluntários também costumar ter uma agenda bem movimentada, cheia de novidades.

No começo do mês, entre os dias 03 e 06 de outubro, nos períodos da manhã e da tarde, vários contadores de histórias dos Griots participaram da semana especial de contação de histórias do grupo de Inclusão Escolar do CESD – Centro Síndrome de Down, em Campinas.

O grupo de Inclusão Escolar, do CESD é formado por 67 crianças, de 04 a 12 anos, e a cada dia um voluntário atuou junto de um pequeno grupo, agrupados segundo a faixa etária. 

O propósito central do CESD é apoiar o desenvolvimento global da pessoa com síndrome de Down e suas famílias, oferecendo suporte e estímulos necessários para inseri-los na sociedade e para que, com autonomia, se tornem protagonistas de suas próprias vidas.

Recebemos com muito carinho o convite, e passamos ótimos momento juntos!

Veja alguns registros: 

20 de Julho é Dia do Amigo no Brasil

Tem coisa mais gostosa do que dividir uma boa história com os amigos?

Pois hoje é uma boa oportunidade, pois celebramos o Dia do Amigo no Brasil.

Por aqui, a data começou a ser conhecida a partir de 1969, com a iniciativa do médico argentino Enrique Ernesto Febbraro. Membro do Rotary Club de San Cristóbal, ele comemorou a chegada do homem à lua enviando cerca de quatro mil cartas para diversos países e idiomas com o intuito de instituir a data.

E foi a partir de conversas e troca entre três amigos que nasceu a Associação Griots, atuando inicialmente na ala pediátrica do Hospital da Unicamp, em Campinas, estendendo o trabalho para mais hospitais e lares de idosos pela região, reunindo mais e mais amigos em torno da arte de contar histórias.

Pois é amigo, a amizade, assim como o amor, é dada de graça e semeada ao vento, como dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade. Portanto, esteja sempre entre amigos e faça a data valer todos os dias!

Dia 12 de maio: Dia Internacional da Enfermagem

Quem vive o dia a dia dos hospitais de perto, como os voluntários da Associação Griots, reconhece a importância do trabalho realizado pelos profissionais da saúde, especialmente da equipe de enfermagem, tão dedicada a cuidar da saúde e também do bem-estar dos pacientes nos hospitais.
A data de hoje, 12 de maio, relembra o nascimento da enfermeira britânica Florence Nightingale (1820-1910), criadora da enfermagem moderna e responsável pelo início da estruturação dos serviços dos enfermeiros.
Neste ano, este dia se torna ainda mais especial. Não poderíamos deixar de destacar e agradecer o trabalho dos enfermeiros no enfrentamento da pandemia de Covid-19.
Nossos sinceros agradecimentos aos profissionais que têm arriscado suas vidas para permanecer cuidando das pessoas. Parabéns e muito obrigado!

Dica de leitura: Livro infantil ligado à ONU ajuda crianças entenderem a Covid-19

Com histórias infantis, o livro “Meu herói é você, como as crianças podem combater a Covid-19” é fruto de um projeto que uniu mais de 50 organizações que trabalham no setor humanitário em todo o mundo, incluindo a Organização Mundial de Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância.

Voltado para crianças de 6 a 11 anos de idade, o livro aborda, com a ajuda de Ario, uma criatura mágica, o confronto entre emoções e novas realidades surgidas com a pandemia.

Mais de 1.700 crianças, pais, cuidadores e professores de todo o mundo participaram dos estágios iniciais do projeto e compartilharam como estavam lidando com a pandemia da Covid-19, contribuindo para que a história e suas mensagens ressoem entre crianças de diferentes origens e continentes. As ilustrações são de Helen Patuck.

A história está disponível em português e outros idiomas. Para fazer o download nas versões já disponíveis, clique aqui.

Griots participam de ação “Empatia por Telefone” em Campinas

Devido ao isolamento social causado pela pandemia, a prefeitura de Campinas lançou o projeto “Empatia por Telefone”, uma atividade voluntária que dá assistência aos idosos durante a quarentena. A ideia é colocar voluntários em contato com idosos, por telefone, para aliviar a solidão e ser companhia para bater papo e trocar histórias.

Vários voluntários da Associação Griots - Os Contadores de Histórias aderiram à ideia e se inscreveram como voluntários.  Uma das voluntárias é Cristina Kavanagh, que entrou para a Associação Griots em 2017 e todas as quartas-feiras tem se comunicado com uma participante do programa. “Está sendo uma experiência muito gostosa.  Ela conta histórias da vida dela, do passado, da família, e eu conto histórias da minha família... Logo no primeiro dia a conversa fluiu muito bem. Fomos conversando, conversando, e parecia que já éramos grandes amigas. E, realmente, somos. É uma nova amiga que arrumei”, comenta.

“Como as vistas hospitalares estão suspensas, é como se eu tirasse aquelas horas que ia ao hospital, para conversar por telefone. “No meu caso, eu nunca tinha trabalhado com adultos dessa forma. Mas está sendo muito gostoso. Ela é muito animada, e já disse que quer conhecer os Griots quando acabar a pandemia”, conta Cristina, que continua recebendo apoio da equipe da Prefeitura. “A equipe da prefeitura me ligou no começo, para me passar o contato da pessoa com quem eu conversaria, e a disponibilidade dela. Depois, me ligaram para saber como foi, o que estou achando…”.

O projeto “Empatia por Telefone” integra a programação da terceira edição do “Fórum Campinas pela Paz”, que este ano está sendo virtual e prolongada e é organizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH).

SAIBA COMO PARTICIPAR

Para participar da iniciativa, os interessados em serem contadores de história devem se inscrever como voluntários na plataforma do Transforma Campinas e Departamento de Direitos Humanos fará a intermediação entre voluntários e idosos.

Já para cadastrar o público idoso, os cuidadores ou responsáveis devem se inscrever junto à Coordenadoria de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa, pelo telefone (19) 3231-1867, Ramal 5, das 10h às 15h, ou pelo endereço eletrônico coordenadoriadoidoso@campinas.sp.gov.br

Os interessados devem informar o nome da pessoa idosa, a idade, o número do telefone, a atividade preferida pelo idoso (por exemplo, se gosta de cozinhar, caminhar, conversar, tricotar entre outros) e qual o melhor horário e o melhor dia da semana para receber a ligação.